Radar: Wasting Light

Gravando

Lançado em abril desse ano, o novo álbum do Foo Fighters, Wasting Light, talvez seja uma dádiva de Deus num mundo marcado pela música comercial. O novo álbum é o primeiro desde The Colour and the Shape (1997) em que o guitarrista Pat Smear é oficialmente um membro da banda. Opondo-se totalmente à música comercial, deu a louca no Foo Fighters: os caras simplesmente abandonaram os estúdios de gravação e decidiram voltar às raízes, montando um estúdio e gravando na garagem do vocalista/baterista/guitarrista/baixista/pianista/trompetista/panderista/cavaquista Dave Grohl. Além disso, a produção do álbum está inteiramente apresentada no documentário Back and Forth, que ainda narra toda trajetória da banda desde a infância de Dave Grohl ao sucesso do Foo Fighters.

O sucesso de “Wasting Light”

O álbum é o segundo mais vendido da banda na primeira semana do lançamento, perdendo apenas para o clássico disco duplo de In Your Honor (2005), recebendo críticas positivas e sendo aclamado pela mídia. Provavelmente, se continuar neste ritmo, Wasting Light pode acabar o ano como sendo o mais vendido, perdendo apenas para a Kelly Key.

Já no início do álbum, com “Bridge Burning”, a banda retoma o Grunge dos anos 90 mesclado ao estilo Foo Fighters de ser. Logo na faixa 2, “Rope”, talvez a melhor do álbum, a banda deixa claro o por quê a música sobreviveu por 19 semanas no primeiro lugar da Rock Songs Chart da Billboard. Somando faixas como “White Limo” (com um clipe “totalmente sério” com a paticipação de Lemmy, vocalista do Motörhead), “Back & Forth”, “Miss the Misery” e a divertidíssima “Walk” (cujo clipe faz uma paródia fantástica do filme “Um Dia de Fúria”, com Michael Douglas), o Foo Fighters conclui com Wasting Light a obra-prima do ano de 2011, realizando sua melhor performance desde The Colour and the Shape.

E daí?

E daí que o álbum é foda!

NOTA: 4.5/5 stars4.5/5 stars4.5/5 stars4.5/5 stars

Se não acredita, te pago uma Coca. ;D

All rights reserved of Foo Fighters, RCA Records and VEVO.

Wasting Light:

  1. Bridge Burning – 4:46
  2. Rope – 4:19
  3. Dear Rosemary – 4:26
  4. White Limo – 3:22
  5. Arlandria – 4:28
  6. These Days – 4:58
  7. Back & Forth – 3:52
  8. A Matter of Time – 4:36
  9. Miss the Misery – 4:33
  10. I Should Have Known – 4:15
  11. Walk – 4:16
All rights reserved of Foo Fighters and RCA Records.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s