Radar: Metallica

(Dica: olhe a capa bem de perto e você verá a cobra e o logo da banda inscritos…)

Parabéns pra você!!

Ontem foi o dia em que o Heavy Metal e o Thrash Metal comemoraram 20 anos de uma experiência inesquecível para ambos: o lançamento do Álbum Negro do Metallica. Neste mesmo dia, 12 de agosto (só que de 1991 :P) o mundo pôde ouvir e apreciar uma das maiores obras de arte da humanidade (ou não…)

Mas por que esse álbum é tão especial?

Se você nunca ouviu a faixa “Nothing Else Matters”, este não é o seu lugar. Mas, verdadeiramente, o disco marca o início de um “novo Metallica”, mais Heavy Metal do que Thrash, que até então vinha fazendo sucesso com a faixa “One” do antecessor …And Justice for All (1988). O álbum foi criticado por Steve Huey da AllMusic, que na época acusou o Metallica de se transformar em uma banda comercial, simplificando demais as letras das músicas para alcançar um público mais “mainstream”, diminuindo o tempo delas e deixando de ser uma banda tão agressiva. Ei, Steve Huey, vai tomar no seu fronho, pois além do famoso Thrash Metal do Metallica ainda se mostrar presente no Black Álbum, as letras das músicas continuaram falando sobre a vida e a morte, sobre o imperdoável feito pelo homem, como, é claro, em “The Unforgiven”, um dos maiores clássicos da banda. Mas, apesar da trollagem do cara da AllMusic (que ainda sim se rendeu ao disco e lhe deu 4,5 estrelas de 5), o álbum foi aclamado pela crítica, sendo o mais vendido da história da banda, chegando nos Estados Unidos a receber o certificado de disco de platina 15 vezes e concedendo a James Hetfield, Kirk Hammett, Lars Ülrich e Jason Newsted o Grammy de Melhor Performance de Metal. Pouca coisa né?

As melhores faixas

Sem dúvida nenhuma, “Enter Sandman” e seu riff orgasmático é a maior obra-prima do Metallica. Porém, faixas do disco como “The Unforgiven” (que ainda por cima teve duas outras continuações em álbuns posteriores), “Sad but True”, “Wherever I May Roam”, “Nothing Else Matters” e “Of Wolf and Man” merecem uma atenção especial por marcar o início do tal “novo Metallica”. Dinheiro bem gasto não é no novo álbum da Selena Gomez, mas sim dando aos seus ouvidos o que eles merecem de mais pesado. Talvez, Metallica não seja o melhor da banda de J. Hetfield, perdendo apenas para Master of Puppets (1986), mas é algo verdadeiramente bonito de ser ouvido e apreciado.

Enter Sandman:

Metallica – Metallica

  1. Enter Sandman
  2. Sad but True
  3. Holier Than Thou
  4. The Unforgiven
  5. Wherever I May Roam
  6. Don’t Tread on Me
  7. Through the Never
  8. Nothing Else Matters
  9. Of Wolf and Man
  10. The God that Failed
  11. My Friend of Misery
  12. The Struggle Within
Parabéns Metallica!! Parabéns ao Metal! \m/
Ah, NOTA: um grande e merecido 4.5/5 stars4.5/5 stars4.5/5 stars4.5/5 stars4.5/5 stars

One thought on “Radar: Metallica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s