Radar: I’m With You

“Uma gravação de rock para ser guardada por eras” – Rick Florino, da Artistdirect.

Sem dúvida nenhuma, Rick Florino descreveu I’m With You muito bem. O novo álbum do lendário Red Hot Chili Peppers, que será lançado amanhã (29/08), traz novas músicas que merecem o devido sucesso assim como “Can’t Stop”, “Californication” e “Scar Tissue”.

Sem maiores detalhes…

O álbum é tão bom que não vou ficar falando demais sobre a produção. Se quiser, é só ir na página da Wikipédia e procurar sobre tal, mas você praticamente não vai encontrar novidades, já que a produção do disco continua com Rick Rubin e foi gravado, É ÓBVIO, na Califórnia.😄

“Esta é uma nova banda. Mesmo nome, mas é uma nova banda”

Pelas palavras do baterista Chad Smith, fica evidente a euforia dos músicos do Red Hot com relação ao lançamento do disco. E, pelo jeito, Chad tinha razão com relação ao novo RHCP. Com a presença do novo guitarrista Josh Klinghoffer na banda (que substituiu o lendário John Frusciante), o Red Hot “mudou continuando o mesmo”. Nos álbuns anteriores, ficava evidente a presença do funk e do alternativo no mesmo disco, porém, I’m With You traz uma inovação que pode não parecer assim tão cruciante, mas agora traz ambos os estilos mesclados em uma só música ao redor do álbum. No dia 22 deste mês, houve no site da banda um “Listening Party” para que os fãs ouvissem as novas músicas do disco.

O porquê que você deveria comprar I’m With You e não o novo DVD do Luan Santana

I’m With You não é um disco; é uma obra de arte. O melhor é que as músicas contidas no disco que não são singles ou que ainda não há expectativas para que virem são melhores do que aquelas que são, sem é óbvio criticar “Ethiopia”, “The Adventures of Rain Dance Maggie” e a incrível faixa “Brendan’s Death Song”. Mas o curioso mesmo de I’m With You é exatamente isso. A primeira faixa e talvez a melhor, “Monarchy of Roses”, mescla funk rock e pop de uma maneira obscura e eficaz, e merecia ser o single pioneiro. Seguida por “Factory of Faith”, o Red Hot faz algo nunca feito antes em toda história da banda (ouça, e descubra!). Em “Look Around”, a banda conserva suas raízes no estilo mais “Dani California” junto a um “Give It Away”. Passando ainda por “Even You Brutus?” e “Dance, Dance, Dance” o RHCP encerra sua obra de arte que pode ser um forte candidato a um possível Grammy contra o Wasting Light dos Foo Fighters.

Ainda sobre as músicas do disco, o baixista Flea super-fodalhão disse que as letras têm como principal tema a vida e a morte. Cantadas então na voz anestesiante de Anthony Kids Kiedis é provável que seus ouvidos sangrem ao final de todas as execuções.

Faltou pouco para I’m With You alcançar Blood Sugar Sex Magik (1991) e Californication (1999).

NOTA: 4/5 stars4/5 stars4/5 stars4/5 stars

Red Hot Chili Peppers – I’m With You:

  1. “Monarchy of Roses”
  2. “Factory of Faith”
  3. “Brendan’s Death Song”
  4. “Ethiopia”
  5. “Annie Wants a Baby”
  6. “Look Around”
  7. “The Adventures of Rain Dance Maggie”
  8. “Did I Let You Know”
  9. “Goodbye Hooray”
  10. “Happiness Loves Company”
  11. “Police Station”
  12. “Even You Brutus?”
  13. “Meet Me at the Corner”
  14. “Dance, Dance, Dance”
The Adventures of Rain Dance Maggie:
E uma amostra de “Monarchy of Roses”:
Até mais, mafagafos! o/

One thought on “Radar: I’m With You

  1. Gostei dos Cowbells na “The Adventures of Rain Dance Maggie” hehe.
    A “Monarchy of Roses” lembra um pouco do acid jazz do Jamiroquai, misturado com elementos que soam meio futuristas; por incrível que pareça, é bem interessante!
    Nice songs.
    Farows Man😀

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s